Então é Natal!

Fonte: EL PAÍS, 2021

“Então é Natal! E o que você fez? O ano termina, e nasce outra vez! Então é Natal! A festa cristã, do velho e do novo, […] pro enfermo e pro são, pro rico e pro pobre, […] pro branco e pro negro, […] do amor como um todo.” É como diz a canção de John Lennon, Natal é a época em que tudo se torna mais bonito. Mesas fartas, luzes pelas cidades, trocas de presentes e tantas outras mais. Pena, o Natal ser somente em dezembro.
A desigualdade social no Brasil é um problema que afeta grande parte da população brasileira ao longo de todo o ano. Segundo o relatório da ONU de 2010, as principais causas da desigualdade social são a falta de acesso à educação de qualidade, política fiscal injusta, baixos salários, dificuldade de acesso aos serviços básicos: saúde, transporte público e saneamento básico. Decorrente, essencialmente, da má distribuição de renda, as consequências da desigualdade social no Brasil são observadas pela favelização, pobreza, miséria, desemprego, desnutrição, marginalização e violência.

Solon Maia, 2011

O espírito natalino, faz com que a população mais favorecida, livre dos problemas da desigualdade social, seja mais solidária, com doação de cestas básicas, arrecadação de guloseimas para crianças carentes, dentre outras ações socais que sempre vemos no decorrer do mês de dezembro. Pena, este sentimento acontecer apenas uma vez ao ano, e muita das vezes, ao troco de um like na internet, afinal, se amostrar para a sociedade como uma pessoa solidária que dá aos pobres, principalmente na época do Natal, é algo digno de louvor.
Muitos se esquecem do real motivo e significado do Natal: o nascimento de Jesus Cristo. Natal significa nascimento. O nascimento de Jesus foi um evento muito importante para todos nós. Mas, o “rei” desta época tão bonita, é sempre o bom velhinho, que chega em um trenó cheio de presentes.

Fonte: CNBB

O Papai Noel, têm o seu ensinamento, o de ensinar que temos de ser solidários, empáticos e bondosos. Mas temos sempre que nos lembrar, e colocar em prática os valores que Cristo pregou em sua jornada. Quando estava para iniciar a sua missão, João Batista convidou o povo a se preparar para recebê-Lo. Como? João Batista convidava o povo à conversão e indicava o que cada um devia fazer. Ele usava imagens como: endireitar os caminhos tortuosos, encher os vales, abaixar os morros, tornar o caminho plano e reto. E fustigava os maus com palavras muito duras, exigindo sinais concretos de conversão e de retidão de vida. Nós poderíamos traduzir essas imagens em palavras simples dizendo: deixar os vícios, corrigir as distorções do comportamento, deixar o orgulho, a soberba, vaidade e não ser omissos nem preguiçosos, mas ser justos e honestos, praticando o bem e a justiça.

Casa dos Pobres de São Francisco de Assis, Recife-PE

Desta forma, temos que levar o Natal como uma festa pura, livre de falsos gestos de solidariedade e mais verdade perante os nossos semelhantes. Que sejamos mais solidários, mas não só na época natalina, mas em todos os 365 dias do ano!
“Então, bom Natal! E um ano novo também! Que seja feliz quem, souber o que é o bem!”
Um feliz Natal a todos!