Minas atinge a marca de 7.000 óbitos causados pela covid-19

Minas Gerais ultrapassou nesta sexta-feira (25), 7.000 mortes causadas pelo Novo Coronavírus. De quinta para sexta, foram confirmados 73 óbitos, o que elevou para 7.056 o número de mortes em 583 municípios mineiros.

Um gráfico exposto no boletim epidemiológico desta manhã, indica que os óbitos registrados nas últimas 24 horas ocorreram entre os meses de maio e setembro. A maior parte deles aconteceu, na verdade, entre o último domingo e essa quinta-feira, entretanto há uma morte registrada em 27 de maio e outra em 5 de junho.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), expõe que a doença tem perigo maior entre as pessoas com idades superiores a 60 anos e portadoras de comorbidades. Sabe-se que 79% dos óbitos registrados referem-se a pessoas na faixa etária, como em 75% também houve detecção de comorbidades, sendo doenças do coração, diabetes e pneumopatias as mais comuns entre elas.

As crianças e os adolescentes até 19 anos são os que menos morrem em Minas Gerais após contraírem o novo coronavírus – entre as 7.056 mortes ocorridas no Estado, este público responde por 22 delas, sendo oito entre crianças menores de um ano.