Após destruir 23 mil hectares, incêndio é controlado na Serra da Canastra

  • Serra da Canastra incêndioTodo o parque tem cerca de 200.000 hectares, ou seja, 11,9% de sua área foi devastada – Foto: Corpo de Bombeiros/divulgação

Após três dias de intenso trabalho, foi debelado na tarde desta quinta-feira (20) um incêndio de grandes proporções que consumia a vegetação do Parque Nacional da Serra da Canastra, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Segundo estimativa do Corpo de Bombeiros, foram queimados cerca de 23.850 hectares.

Para se ter uma dimensão da destruição, esse valor corresponde a 23.850 campos de futebol, ou 238,5 km² – o município de Belo Horizonte, por exemplo, tem aproximadamente 330,9 km². Todo o parque tem cerca de 200.000 hectares, ou seja, 11,9% de sua área foi devastada.

Segundo os bombeiros, após o sobrevoo de reconhecimento para análise da situação atual do incêndio nesta manhã, foram mobilizadas inicialmente 15 equipes de combate com três componentes cada, entre bombeiros, militares e brigadistas.

“Por volta das 13h, foi feito um sobrevoo sobre as áreas do parque, inclusive sobre uma área onde estava uma equipe que estava lá para combater um foco, mas ele já estava totalmente extinto. Após o sobrevoo, o comando unificado se reuniu, com todo o seu staff, e decidiu-se por declarar a operação realizada com sucesso, com todos os focos de incênio extintos”, afirmou o capitão Augusto, comandante das operações.

Ainda conforme a corporação, o fogo teria se iniciado no último sábado (15), entre os municípios de São Roque de Minas e Sacramento, mas o combate efetivo só começou na madrugada de terça-feira (18). A suspeita é que o fogo seja criminoso.