Como manter os cabelos bonitos durante a malhação? Saiba quais cuidados capilares devem ser adotados no pré e pós treino

Ao fazer caminhadas, correr ao ar livre ou ir à academia, as mulheres possuem o hábito de prender os cabelos para diminuir a sensação de calor, facilitar a execução dos exercícios e evitar uma maior produção de suor. Para que os fios não se soltem ao longo do treino, muitas pessoas exageram no emprego da força para prender os cabelos e acabam puxando e agredindo suas raízes.

No entanto, existem outras maneiras de controlar os fios, sem que os mesmos fiquem danificados. Pequenas mudanças no pré e pós treino podem garantir que os cabelos não fiquem fracos e quebradiços com o passar do tempo.

A visagista e hairstylist do salão Maison Rocha, Rosângela Rocha, explica que no pré treino, é comum prender os cabelos com ‘gominhas’ de elástico ou presilhas. “O uso inadequado destes apetrechos causa a tração excessiva dos fios e podem resultar em quebra. Em casos mais graves, a prática pode contribuir para o surgimento da alopecia. O recomendado é fazer uso de tranças embutidas leves e não tão justas. Para as pessoas que não abrem mão do rabo de cavalo ou coques, a sugestão é prender os cabelos de forma mais suave e frouxa com o uso de elásticos forrados com tecidos e faixas de algodão, pois os mesmos evitam o contato dos fios com o suor e diminuem as possibilidades de quebra”, indica.

Rosangela aponta que geralmente o nosso corpo perde muito líquido durante as atividades físicas e isso faz com que as hidratações oral e capilar se tornem essenciais. “Ao longo dos exercícios, os cabelos perdem nutrientes e sofrem maus tratos devido a amarração inadequada e a exposição ao suor, sol, cloro e sal de piscina. Para quem faz academia ou pratica outros tipos de esportes, é indispensável que mantenham um cronograma de cuidados capilares, para que os fios fiquem nutridos, viçosos e não tão suscetíveis as agressões da rotina intensa”, afirma.

Segundo Rosângela Rocha, outro ponto muito importante a ser observado é a lavagem dos cabelos após a atividade física. “A limpeza dos fios pode retirar o suor seco dos cabelos e possibilitar que o couro cabeludo respire e receba uma maior quantidade de nutrientes. Para as pessoas que optam pelo uso de shampoo anti-resíduo, é preciso ficar atento a frequência com que este produto é usado. Digo isso porque o uso excessivo do mesmo, pode retirar toda a oleosidade dos cabelos e causar o ressecamento e fragilização dos fios. As fibras capilares possuem um tipo de oleosidade natural, que é produzida diariamente. Caso a mesma seja retirada constantemente, o bulbo capilar e a cutícula do fio ficam enfraquecidos, secos e de aspecto frizzado. Ainda aconselho o uso de condicionadores que contenham substâncias como o silicone, D-pantenol, proteína e poliquartenium”, ressalta.

A visagista também recomenda a umectação capilar para as pessoas que praticam esportes de forma contínua. “Caso, tais exercícios sejam realizados sob a exposição solar, esse tipo de tratamento se torna fundamental. Untar os fios de ponta a ponta com o uso de óleos vegetais, essenciais ou finalizadores, pode ser uma ótima maneira de proteger e tornar os cabelos mais flexíveis e fortes. Isso ainda pode evitar que as madeixas se rompam e quebrem quando estão presas”, conclui.