Até 2023 serão construidas novas usinas fotovoltaicas para o estado de Minas Gerais

O governo de Minas Gerais em parceria com a Solatio anunciaram um investimento de cerca de R$ 18,5 bilhões que serão revertidos na construção de quatro novas usinas solares, duas dessas usinas serão construídas nos municípios de Janaúba e Arinos e a capacidade de geração de energia dessas usinas serão de 1.300 MVp.

As outras duas usinas terão a capacidade de 650 MWp irão ser construídas na cidade de Várzea da Palma que fica em terceiro lugar quando se trata de maior usina do mundo. A estimação é de que a obra esteja concluída até 2023. A sociedade com a Solatio garante também também um investimento de 2,5 bilhões de manutenção e reformas em outras usinas que já subsistem em Minas Gerais.

O governo de Minas Gerais também acordou com a Mori Energia que irá construir outras 32 usinas fotovoltaica que tem a capacidade de geração de energia de 150 MWp, o investimento será de R$ 523 milhões. Últimos estudos mostram que a maior parte do estado de Minas esta centralizado no chamado Cinturão Solar, que é uma faixa geográfica onde há uma grande quantidade de irradiação solar no Brasil, por isso surgiu o interesse de investimento em usinas solares.