Cordisburgo/MG flexibiliza comércio a partir de hoje

Nesta quinta-feira (30), a Prefeitura Municipal de Cordisburgo, através do decreto nº 1310 autorizou a retomada das atividades comerciais e de prestação de serviços do município a partir desta sexta-feira (01). Para continuar com as atividades, os comerciantes precisarão respeitar as disposições contidas no decreto para a prevenção ao contágio e propagação da pandemia de Covid-19.

Restaurantes e lanchonetes deverão proibir o acesso direto do consumidor ao buffet de self service. O cliente deverá se manter afastado respeitando as regras de 2 metros de distanciamento, devendo solicitar as opções de cardápios para consumo na mesa.

Óticas, lojas e congêneres deverão atender obedecendo o limite máximo de 1 cliente por vez. O mesmo vale para salões de beleza e barbearas, que terão de prestar atendimento individual através de agendamento.
Bancos, Correios e Lotéricas deverão adotar medidas preventivas, inclusive sendo responsáveis pela organização de filas, assegurando o distanciamento entre os clientes.

Bares, distribuidoras e similares só poderão funcionar com atendimento delivery. Além disso, o transporte de passageiros deverá acontecer com o uso obrigatório de máscaras faciais. O mesmo vale para todos os atendimentos nos setores públicos e privados, sendo obrigatório o uso de máscaras por clientes, funcionários e proprietários.
Apesar do uso de máscaras ser obrigatório apenas dentro dos estabelecimentos comerciais, a prefeitura da cidade recomenda que elas sejam usadas também nas vias públicas.

Os estabelecimentos que descumprirem as determinações poderão ter os alvarás de funcionamento cassados. Em caso de primeira reincidência o documento será cassado pelo prazo de 15 dias, caso a reincidência seja pela segunda vez esse prazo é de 30 dias. Caso o estabelecimento seja autuado pela terceira vez, o alvará será cassado enquanto perdurar a pandemia.

Segundo último boletim, emitido pela prefeitura nesta sexta-feira (30), Cordisburgo possui 2 casos de Covid-19 em investigação, 4 casos suspeitos notificados e 1 descartado. Até o momento a cidade não possui nenhum caso confirmado para a doença.