Eleições Municipais 2020: Conheçam os candidatos eleitos na microrregião de Curvelo (MG)

O prefeito eleito de Curvelo, Luiz Paulo e sua família

No último domingo (15), os eleitores de todo o Brasil foram para as urnas escolherem seus representantes municipais para os próximos quatro anos, exceto em Macapá. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá decidiu na sexta-feira (13), realizar os dois turnos das eleições municipais de Macapá nos dias 13 e 27 de dezembro. O novo calendário precisa ainda ser aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na quinta-feira (12), a Justiça acatou adiar a votação devido ao apagão em 13 municípios do Estado, incluindo a capital, que sofrem com problemas de fornecimento de energia.

Confira agora em ordem alfabética, os resultados na microrregião central de Curvelo (MG):

Augusto de Lima

Prefeito – Fabiano: 42,52% eleito; Antônio Augusto: 31,96%; Jesuíno Alvim: 25,52%

Vereadores eleitos – Cássia de James (5,73%); Samuelzinho da Marisia (4,82%); Nego de Iva (4,64%); Delço do Tombador (4,27%); Adriano da Marisia (4,24%); Ray de Matos (3,15%); Virgílio Delegado (2,97%); Gê de Táxi (2,85%); Afonsão Pr Afonso (2,06%)

Buenópolis

Prefeito – Célio Santana: 45,19% eleito; Zé do Ford 40,63%; Adilson Professor 8,63%; Gamarra: 5,55%

Vereadores eleitos – Miltão da Farmácia (5,81%); Jucineide Calixto (5,07%); Diogo de Zé de Ulisses (3,63%); Fatinha Professora (3,54%); Vandim (2,92%); Sandra Diretora (2,78%); Ana de Teu (2,48%); Preto da Locadora (2,32%); Simone do Deraldo (1,95%)

Corinto

Prefeito – Evaldo dos Reis Evaldão 62,33% eleito; Célio Moreira 32,81%; Loura 3,84%; Luiz Ernesto 1,02%

Vereadores eleitos – Paula Guedes Enfermeira (4,58%); Rosângela Enfermeira (3,94%); Thiago de Eduino (3,49%); João do Táxi (3,10%); Odair de Contria (2,96%); Baianinho do Posto (2,61%); Amarilton Beltrão (2,59%); Marquinho Carrapato (2,43%); Fernandinho César (2,41%); Rubão do Cristal (1,89%); Miler (1,44%)

Curvelo

Prefeito – Luiz Paulo 38,80% eleito; Danilo Guimarães 32,04%; Dupim 27,94%; Geraldo Veterinário 1,22%

Vereadores eleitos – Emerson do Mototáxi (2,37%); Vânia da Ponte Nova (2,30%); Leonardo Gatita (2,20%); Cássio de Matos (2,09%); Duartinho (1,98%); Douglas Veríssimo (1,93%); Daniel Araújo (1,69%); Dr Hugo (1,63%); Humberto da Lubricenter (1,43%); Jessé Teixeira (1,37%); Gustavo Neves (1,35%); Dorileia da Saúde (1,27%); Jaleco (1,10%); Solange da Saúde (0,99%); Elias Trindade (0,91%)

Felixlândia

Prefeito – Nonô Carvalho 67,79% eleito; Dr Jairo 29,41%*; Adelmo Aranha 2,80%*

Vereadores eleitos – Eliane Enfermeira (4,42%); Mizim do Salto (3,98%); Gino da Lagoa do Meio (3,91%); Junio Cureu (3,71%); Henrique Lohan (3,44%); Marcinho do Ônibus (3,34%); Sandra do Hospital (2,65%); Professora Flavinha (2,37%); Thiago Baú (2,02%)

*Votos anulados ou anulados sob judice

Inimutaba

Prefeito – Emersomm 52,69% eleito; Panan 47,31%

Vereadores eleitos – Flávio (7,82%); Wanderson Coelhinho (6,31%); Dumara Perácio (4,83%); Álvaro H Peraço Carvalho (4,64%); Afonso do Alto (3,75%); Daniel Biá (3,71%; Devanil (2,86%); Tenente Saraiva (2,84%); Eder da Farmácia (2,22%)

Joaquim Felício

Prefeito – Miguelzinho de Helmar 54,49% eleito; Eliana Colen 45,51%

Vereadores eleitos – Gilson Martins (9,81%); Adilson de Tutinha (5,74%); Quincas do Bar Cristal (5,70%); Gê da Saúde (5,70%); Maura do Barreirinho (4,26%); Adelso Contador (3,93%); Wagner de Tunico (3,57%); Joicy Câmara (3,10%); João Irineu (2,74%)

Monjolos

Prefeito – Maia 100% eleito

Vereadores eleitos – Werto (7,61%); Vanderlei Medeiros (7,44%); Geraldo Quebra Pé (4,67%); Gil (4,33%); Fernandinho (4,33%); Nolberto (4,11%); Marcão (4,06%); Decinho (3,94%); Rodrigo de Assis (3,72%)

Morro da Garça

Prefeito – Márcio Rocha 67,45% eleito; Luiz de Leônidas 32,55%

Vereadores eleitos – Apolo Sampaio (7,64%); Cesinha (6,17%); Tiago de Valdeci (5,69%); Rose de Vinícius (5,41%); José Maria Roxo (5,37%); Roberto de Brígido (4,70%); Roseno (4,26%); Helinho de Zé Antônio (4,14%); Ricardinho (4,14%)

Presidente Juscelino

Prefeito – Ricardo 100% eleito

Vereador eleito – Leo do Davi (18,80%); Zezim da Vila (6,76%); Laerte Coelho (6,27%); Meiriele da Mercearia (5,16%); Willian da Serra (5,13%); Zé do Roseno (4,59%); Vandinho (4,20%); Jotinha (2,85%); Meire (2,31%)

Santo Hipólito

Prefeito – Dário 60,82% eleito; Sargento Wanderlin 23,29%; Ronnan de Dim 9,53%; Gil 6,36%

Vereadores eleitos – Alessandro Teixeira (5,67%); Luciene de Tina (5,47%); Weslei do Valo Fundo (5,22%); Mauricinho da Glória (4,49%); Juvenal (4,29%); Irmão (4,25%); Dedé Motorista (3,56%); Russo (2,83%); Cláudio de Tete (2,39%)

Instabilidade no sistema

Diferentemente dos pleitos anteriores, as eleições municipais de 2020 foram marcadas por vários problemas. Os principais foram a lentidão na apuração do resultado, as falhas na justificativa on-line do aplicativo e-Título e uma tentativa de ataque hacker para tirar do ar o sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nenhum dos contratempos prejudicou ou interferiu no resultado das eleições, garantiu o ministro Luís Roberto Barroso, presidente da Corte. A lentidão foi o problema mais evidente. Perto das 22 horas, o cenário era de completa indefinição nas duas maiores cidades do país (São Paulo e Rio de Janeiro) – e em muitas outras.

Ele ressaltou, ainda, que o problema foi no TSE, e não nos tribunais regionais. “O problema que ocorreu deu-se exclusivamente aqui no Tribunal Superior Eleitoral, um problema técnico, de hardware. Os dados chegaram íntegros, mas o sistema de somar [totalizar os votos] ficou lento em razão de um dos processadores ter sofrido um problema técnico”.

Fontes: Agência Brasil e Gazeta do Povo